Logotipo Construcompras, plataforma de gestão de compras de materiais para construção civil

7 dicas para acertar na escolha do fornecedor de material de construção

É preciso levar em conta alguns fatores na hora da escolha do fornecedor de material de construção. Saiba quais são eles!
Saiba quais são os cuidados essenciais para não errar durante a seleção dos seus fornecedores.

A escolha do fornecedor de material de construção é uma das etapas cruciais no processo de compras e pode ser decisiva para o sucesso do empreendimento.

Com uma boa carteira de parceiros, é possível garantir a qualidade e o desempenho da obra e eliminar ou reduzir riscos de atrasos ou estouros no orçamento.

Mas, afinal, o que levar em conta na hora da decisão? Confira 7 dicas!

1. Procure o melhor preço

Sabemos que o fator preço é muito importante na hora da escolha do fornecedor de material de construção. Por isso, é preciso fazer uma boa pesquisa e comparar os preços no mercado.

Durante essa pesquisa, é possível analisar também outras condições, como a qualidade do material e as condições de pagamento.

Tudo isso deve ser analisado com muita atenção, pois, como diz o ditado, “o barato pode sair caro”.

A melhor estratégia é avaliar a relação entre o custo e o benefício do produto. Fatores como qualidade, durabilidade, resistência e facilidade de instalação, entre outros, devem ser considerados pela equipe de compras.

Em algumas situações, pode valer mais a pena investir em um produto inicialmente mais caro, porém com qualidade superior e cuja execução demande menos mão de obra e horas trabalhadas.

2. Foque na qualidade e na credibilidade do fornecedor

Como já dito acima, a qualidade do produto é um dos requisitos mais importantes na avaliação do fornecedor de material de construção.  

Por isso, além do orçamento definido para compra, é preciso avaliar as características e especificações de cada material para saber se ele está ou não dentro dos padrões de qualidade desejados.

Uma boa dica é checar se os produtos estão em conformidade com as normas técnicas da ABNT (Associação Brasileira de Norma Técnica) e se possuem certificação ISO. Cheque também se a empresa submete seus produtos a testes laboratoriais para avaliação deles sob condições especiais. 

Lembre-se que o fornecedor deve ser confiável e ter uma boa credibilidade no mercado. Pesquise o seu histórico de atuação, sua reputação e o grau de compromisso com prazos e qualidade.

3. Diversifique e segmente os fornecedores

Tanto nos momentos de crise quanto nas fases de superaquecimento do mercado, a recomendação é sempre diversificar os seus fornecedores de materiais de construção.

Esse é um cuidado essencial para evitar que a gestão da obra fique “na mão” de um fornecedor e que tenha pouco espaço para negociações.

Além do risco real de ocorrer desabastecimento, prejudicando o andamento do empreendimento, a possibilidade de uma quebra na empresa também pode pôr em cheque a segurança do fornecimento.

Escolha as melhores opções de fornecedores, levando em conta fatores como preço, qualidade, suporte e facilidades que possam ser adquiridas.

Com um quadro de opções desenhado, fica muito mais fácil avaliar quais são suas possibilidades e quais escolhas são as mais adequadas.

Além da escolha de fornecedor de material de construção, invista nas melhoras práticas de gestão de suprimentos!

4. Atente-se aos prazos de entrega

Não adianta ter bom preço e uma excelente qualidade se o produto não for entregue no prazo combinado.

Uma obra é uma grande linha de produção, e a falta de algum insumo pode paralisar ou atrasar a execução das atividades subsequentes.

Os prejuízos com estoques descontrolados são enormes, afetando orçamentos e cronogramas de entrega.

Para evitar problemas, alinhe os prazos de recebimento com o cronograma da obra e avalie se fornecedor é comprometido com suas entregas.

Qualquer atraso imprevisto deve ser prontamente comunicado. Assim, as construtoras podem ter tempo de alterar o planejamento das suas atividades.

Outro cuidado é analisar as distâncias das empresas fornecedoras e as condições de transporte do material.

O ideal é sempre optar por fornecedores próximos à obra e que tenham capacidade técnica e boa logística de entrega, garantido os prazos e a integridade do produto.

5. Avalie o suporte técnico e o atendimento ao cliente

Alguns materiais e sistemas construtivos exigem um conhecimento técnico maior. Antes de fechar o negócio, certifique-se de que a empresa conta com um bom suporte técnico para ajudar a construtora quando houver necessidade.

Opte sempre por fechar parcerias com fornecedores que atendam bem o cliente. Estabelecer um bom relacionamento é uma as chaves do sucesso de qualquer negócio, portanto o atendimento das solicitações, a boa comunicação e o acesso a um serviço de call center competente e atencioso devem pesar no momento da escolha.

6. Fique de olho no licenciamento ambiental

A construção civil é uma atividade com grande impacto ambiental. Para que as construtoras se adequem às boas práticas sustentáveis é fundamental que se preocupem em minimizar os efeitos dos empreendimentos no meio ambiente.

Além de minimizar os impactos na sua produção e no pós-obra, também é importante escolher o fornecedor de material de construção que siga as normas e possua licenciamento ambiental.

Esse instrumento é uma exigência legal para todas as atividades que usam recursos naturais ou possam causar algum tipo de poluição ou degradação.

Uma boa maneira de se certificar que a empresa cumpre os requisitos ambientais é procurar nos órgãos da federação e no próprio site se possuem licenciamento.

Outro caminho é verificar o número de registro do fornecedor na página do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS).

7. Use a tecnologia a seu favor

A tarefa de buscar, selecionar e escolher fornecedores de materiais de construção pode ficar muito mais fácil com o apoio da tecnologia.

Com o uso de softwares de gestão de compras, como o Construcompras, da Construmarket, é possível encontrar milhares de fornecedores e selecioná-los pela geolocalização, dentro de um raio estabelecido. 

AGENDE UMA DEMOConstrucompras

Entenda como o Construcompras pode te ajudar

A plataforma conta com mais de 15 mil fornecedores cadastrados e permite que o comprador indique outros para serem inseridos gratuitamente.

Cabe à equipe do Construcompras cobrar as cotações dos orçamentos não respondidos, garantindo até 80% de retorno no prazo estipulado. 

A proposta de cada fornecedor fica registrada no Mapa de Cotação, possibilitando a realização de contrapropostas e a negociação entre as partes. 

À medida que os fornecedores respondem as propostas, o Construcompras fornece, automaticamente, um mapa comparativo de preços, atualizado com os valores, as contrapropostas e o saving.  

Após definir o fornecedor de material de construção, é possível fechar a compra dentro da plataforma ou por fora, caso a empresa utilize um sistema de gestão próprio.

Conclusão

A escolha do fornecedor de material de construção é uma decisão importante que pode ser determinante para o sucesso ou fracasso do empreendimento.

O gestor de compras deve estar atento ao preço sem deixar de lado outras variáveis importantes como qualidade e prazo de entrega.

Uma boa alternativa para ajudar nesse processo é usar softwares de gestão de compras. Com o Construcompras, da Construmarket, fica muito mais fácil selecionar, comparar e avaliar fornecedores.

LEIA TAMBÉM:

Comprador ou estrategista, o novo desafio

Parcerias podem beneficiar construtoras e fornecedores

Lorem ispum

Lorem ipsum dolor sit amet

Conteúdos relacionados

Inscreva-se em nosso blog gratuitamente e receba as novidades!

Construcompras ferramenta digital para compra de materiais de construção.

Comece já a economizar até 30% nas suas compras.