Logotipo Construcompras, plataforma de gestão de compras de materiais para construção civil

Tubos e conexões, como comprar?

Descubra o que o profissional da área de suprimentos precisa saber e fazer antes de comprar tubos e conexões!
tubos e conexões de encanamento

Antes de comprar tubos e conexões para qualquer tipo de obra é importante que o profissional da área de suprimentos receba todas as especificações necessárias, seja para sistemas de distribuição e adução de água; transporte de esgoto sob pressão; condução de água fria ou quente, ar comprimido ou gazes e fluídos. “Independente da aplicação, o projeto de hidráulica deve considerar, no mínimo, as condições de máxima pressão de operação projetadas para sua vida útil”, explica a engenheira Claudia Regina Arruda, presidente da Associação Brasileira de Tubos Poliolefínicos e Sistemas (ABPE).

Ela orienta que ao comprar tubos e conexões é preciso receber também informações sobre sobrepressões; subpressões; transientes hidráulicos; temperatura do fluído a ser conduzido, espaçamento entre suportes no caso de tubulação aparente; alturas de reaterro no caso de tubulações enterradas; esforços decorrentes do recobrimento; pressão hidrostática interna e altura da coluna d’água, e adequada ancoragem da tubulação no leito subaquático.

Claudia Arruda recomenda que o comprador adquira apenas produtos que atendam às normas técnicas; acompanhe os ensaios de recebimento nas instalações do fabricante; e exija laudo específico para o lote contratado. Ressalta que obedecidas essas condições, a expectativa de vida útil dos materiais será de 50 anos, como prevista na normatização, desde que sejam aplicados e operados nas condições para os quais foram projetados.
Ao fazer a qualificação prévia dos fornecedores, o comprador deve descartar a consulta aos interessados que não comprovarem a qualidade do produto oferecido.

Leia também: 6 dicas para economizar na compra de material de construção

“É importante solicitar atestados de fornecimento compatíveis com as quantidades em aquisição, que citem as normas pertinentes e, sempre que possível, realizar visita técnica de avaliação do processo produtivo e do laboratório de análises do  fabricante. Outra boa medida é exigir garantia de assistência técnica pós-venda, orientação de montagem e treinamento da mão de obra”, orienta.

Baixe aqui um mapa comparativo de propostas para facilitar seu processo de cotação.

CC NEGOCIACAO E COMPRAS PARA A CONSTRUCAO CIVILbanner

Normas

Independente de os materiais serem adquiridos de maneira parcelada ou conforme a demanda da construção, Cláudia afirma que o importante é que eles sejam especificados, fabricados e inspecionados/ensaiados de acordo com o previsto na norma técnica vigente para cada situação. Ressalta que os tubos e conexões deverão ter gravados de forma indelével sua identificação e devem conter o código que permita a rastreabilidade das condições do processo de fabricação e da matéria-prima utilizada.

Para as instalações prediais com sistemas de aquecimento da água, por exemplo, a engenheira explica que deverão ser obedecidas as condições de montagem, instalação, armazenamento e manuseio previsto na norma técnica do produto adquirido, considerando também as indicações adicionais constantes do catálogo do fabricante. Ela informa que neste caso são utilizadas as normas NBR 15939:2011–parte 3 relativa a tubulações em PE-X – e a NBR 15813:2010-parte 3 relativa a tubulações PPR.

A parte 3 da NBR 15939:2011 estabelece os requisitos mínimos de procedimentos de transporte, armazenamento, manuseio, montagem e instalação de tubulações em polietileno reticulado (PE-X), empregadas para condução de água quente e fria em instalações prediais destinadas ou não ao consumo humano. A NBR 15813:2010 – parte 3 estabelece os requisitos mínimos de montagem, instalação, armazenamento e manuseio de tubos e conexões de polipropileno copolímero random tipo 3 (PP-R), usados na condução de água quente e fria em instalações prediais.

Cada aplicação conta com uma norma e, se não existirem normas brasileiras, o comprador deve se basear nas internacionais, sendo que em ambos os casos recomenda-se utilizar a última versão. Existem mais de dez normas da ABNT para tubos e conexões, que podem ser consultadas no site da ABPE no campo Normas e padrões. Por exemplo, a ABNT NBR 15802:2010 trata dos requisitos para projetos de tubulações de polietileno – de 63 mm a 1600 mm -, aplicadas em sistemas enterrados para distribuição e adução de água, e transportes de esgoto sob pressão. A ABNT 15561:2007 – Requisitos para tubos de polietileno PE 80 e PE 100, normatiza os sistemas para distribuição e adução de água e transportes de esgoto sob pressão. A ABNT 15551:2008 define a especificação dos tubos corrugados de dupla parede de polietileno para sistemas coletores de esgoto.

Recebimento

Para saber se o material que está sendo entregue na obra é o mesmo que foi comprado, é preciso analisar o produto recebido por amostragem, que deverá apresentar as mesmas características do laudo de inspeção do fabricante.

Não Conformidades

Com o objetivo de orientar o mercado de modo institucional, a ABPE por meio de seu Programa da Qualidade, dá apoio direto e gratuito aos usuários finais de materiais poliolefínicos, recebendo ou coletando amostras de produtos com suspeita de não conformidades, para submetê-las aos ensaios laboratoriais previstos nas normas. Tais ensaios são realizados no CCDM – Centro de Caracterização e Desenvolvimento de Materiais da Universidade Federal de São Carlos/UFSCar, contratado pela ABPE, e conferem ao usuário final, segurança dos produtos que lhes foram fornecidos, de modo a garantir tubulações com índice de vazamento zero, desde que instalados e operados nas condições para as quais foram projetados.


Redação AECweb / Construmarket


Banner demo construcompras

COLABOROU PARA ESTA MATÉRIA

Claudia Regina Arruda – Presidente da Associação Brasileira de Tubos Poliolefínicos e Sistemas (ABPE). Formada em Química pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) com MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é diretora Comercial da Braskem, onde atua há 8 anos no negócio de Polietilenos.

Lorem ispum

Lorem ipsum dolor sit amet

Conteúdos relacionados

Inscreva-se em nosso blog gratuitamente e receba as novidades!

Construcompras ferramenta digital para compra de materiais de construção.

Comece já a economizar até 30% nas suas compras.